Pescados


Pescado é o termo que se refere a todos os peixes e frutos do mar destinados à alimentação humana.

Os peixes frescos devem estar armazenados em balcões refrigerados e em contato com o gelo. As vitrines devem estar em bom estado de conservação e devem permanecer com as portas fechadas.

Exija que o peixe seja filetado ou cortado em postas na hora da compra.
Assim há possibilidade de verificar a qualidade do peixe.

A qualidade do peixe depende do tempo em que está armazenado. E observar algumas características no momento da compra, auxilia a identificar se o peixe está realmente fresco. Siga as dicas:

Pescado Fresco:

Pele brilhante, úmida, tonalidade viva, sem lacerações.
Escamas unidas entre si, fortemente aderidas à pele, translúcidas e com brilho.
Carne firme, elástica e aderida aos ossos.
Opérculo (membrana que reveste guelras) rígido, deve oferecer resistência a sua abertura.
Guelras róseas ou vermelhas, úmidas e brilhantes.
Órgãos internos bem definidos; odor suave.
Olhos salientes, transparentes e brilhantes.
Odor suave ou ausente

Pescado Deteriorado

Pele pálida e sem brilho
Escamas soltam-se facilmente, são opacas e sem brilho
Carne leitosa, amarelada e com má aderência aos ossos
Opérculo não oferece resistência à abertura
Guelras pálidas e/ou com presença de muco intenso e espesso
Órgãos internos manchados; odor ácido
Olhos fundos, opacos e sem brilho
Odor intenso, desagradável, característico de alteração

Teste para avaliar o frescor do pescado

Pressione os dedos sobre a carne do pescado, se a mesma demorar ou não retornar à posição original, o pescado já se encontra em algum estado de deterioração.
A carne do pescado deve ser elástica e firme.

Supervisão Geral do Abastecimento / ABAST

Nenhum comentário:

Postar um comentário