Como eliminar germes de panos de prato e esponjas



O que é mais seguro: lavar a louça com um pano de pia ou com uma esponja Como evitar que ambos adquiram um cheiro desagradável Na verdade, não é a ferramenta a grande culpada por espalhar germes na cozinha, e sim seu manuseio.

Tecidos e esponjas são igualmente propícios à proliferação de bactérias, que se multiplicam na presença de partículas de comida e em ambientes úmidos e quentes.

Milhões de agentes patogênicos, provenientes de comida, podem estar vivendo naquele pedacinho de pano ou esponja e podem se espalhar facilmente, da tábua de madeira para o balcão da pia, e para outras áreas da cozinha. As esponjas podem acumular mais bactérias do que os tecidos, por serem mais espessas, secarem mais lentamente e terem muitos furinhos, que podem reter pequenas partículas de comida.

Quer você use um retalho de tecido ou uma esponja, não deixe de lavá-lo em água quente corrente e torcê-lo bem depois de cada uso. Guarde-o para que o mesmo seque rapidamente e permaneça seco. Não deixe a esponja ou tecido dobrado dentro da pia. Leve em consideração o uso de toalhas de papel para limpar carne ou ovos.

As bactérias são as responsáveis pelo mau-cheiro, por isso quando elas são eliminadas os odores são automaticamente eliminados. É possível destruir 99% dos germes presentes em uma esponja de celulose ao colocá-la em um prato com água e levá-las ao forno micro-ondas por um minuto, ou ainda colocá-la na lava-louças no programa de água quente. Isto deve ser feito diariamente ou depois de manusear carne ou ovos na cozinha. Sempre lave os panos de pia em água quente.

Troque-os pelo menos semanalmente e substituas as esponjas a cada duas semanas ou assim que elas começarem a se espedaçar.

Fonte: Martha Stewart

Fonte: www.organizesuavida.com.br. 
Maria de Lourdes
Maria de Lourdes

This is a short biography of the post author. Maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec vitae sapien ut libero venenatis faucibus nullam quis ante maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec.

Nenhum comentário:

Postar um comentário