Está sem emprego? E agora? O que fazer?


Aqui no blog tem uma postagem que diz:
Leia:
Desemprego é uma das experiências mais devastadoras para a mente

É uma realidade. Não podemos negar que o emprego é uma das fontes de equilíbrio de uma pessoa.

Porem se já estamos nesse barco, cuidado, não vamos perder a calma e nem o equilíbrio, afinal somos brasileiros, mestres no jogo de cintura.

Não perdendo o senso cômico de todo brasileiro, diríamos que é tempo de perder a famosa barriga como fazem os mestres do bambolê que de tando trabalharem a cintura não conheço um que tenha barriga.

Enquanto a maré do desemprego não baixa, precisamos desenvolver as nossas aptidões, buscar alternativas, é tempo de colocar a mente em ação.

Somos brasileiros e conosco já nasceu a capacidade de trilhar céus e pedras.

Vamos pedir a Deus que mantenham os que estão empregados nos seus empregos afinal são eles que estão dando uma força de alguma forma a quem está desempregado.

Quer um exemplo?

Outro dia encaminhamos uma candidata para uma entrevista de emprego.
Ela simplesmente nos disse que só podia comparecer quando a irmã chegasse em casa do trabalho, porque não tinha sequer o dinheiro da passagem de ônibus.
Iria pedir emprestado porque é a única em casa que está trabalhando.

E que os aposentados sejam abençoados por Deus.
Afinal quantos existem por aí ajudando suas famílias.

Confesso que eu mesma, possuo há muito tempo um ateliê de artesanato, como hobby, porque adoro artes.

E nas minhas idas e vindas aos centros de compras de materiais, encontro centenas de pessoas que por perderem seus empregos buscam uma solução de novos negócios para dessa forma manter as despesas de casa e da família.

Enfim, não podemos perder a nossa capacidade de seguir lutando. E procurar com a nossa inteligencia passar por tudo isso sem sequelas.

E acima de tudo acreditando no nosso potencial de produzir.
Maria de Lourdes
Maria de Lourdes

This is a short biography of the post author. Maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec vitae sapien ut libero venenatis faucibus nullam quis ante maecenas nec odio et ante tincidunt tempus donec.

Nenhum comentário:

Postar um comentário